sexta-feira, abril 13, 2007

Das obras

Um electricista deu-me um orçamento no valor de 455 euros. Depois de 5 minutos de conversa, já fazia o serviço por 320.
Hoje ligou-me a oferecer-se para o fazer por 290.

Isto é que é profissionalismo!


ps - a net anda marada cá por casa. Voltarei logo que possível.

8 comentários:

Mouro da Lapa disse...

Há culturas inteiras - civilizações, até - que repousam muitos dos seus valores nessa ética do "bargaining," do regateio. Para as veres, entras aqui ao pé, por Marrocos e só páras (se parares) na Índia. Tu estás é mal habituada, xavala.

junu disse...

Ora bem, mas porque raio há-de um simples electricista preocupar-se com rigores de orçamento, hum?!
Isto é um problema endémico, corre-nos nas veias, e os exemplos até vêm de cima, não é? Veja-se o exemplo dos rigores orçamentais, o (des)governo das finanças públicas, as derrapagens orçamentais, podia continuar a enumerar e exemplificar "ad eternum". E, depois, quanto mais para sul pior fica a coisa, seja pela herança legada pela mouraria, seja pela proximidade física com os vizinhos marroquinos, que como diz o Mourito e muito bem, é uma arte e até uma ofensa se não regatearmos o preço!
Vá, não sejas mais papista que o papa... ;)
Julgas, por ventura, que estás num país nórdico???
Respira de alívio e rende-te ao maravilhoso "nacional porreirismo"!

FuckItAll disse...

Bom, junu, a diferença é que nos orçamentos públicos a coisa derrapa para cima.

junu disse...

Derrapa para o lado que lhes convém e está visto que há que ser flexível, não estejam os " senhores" a ponderar a so-called, eufemisticamente, "Flexisegurança", portanto, assim como assim, há que descontrair,o que são uns milhõezitos a mais? Coisa pouca, afinal todos acabamos por concordar que o dinheiro, para alguns, é priceless.
Pois, como vês mazinha, dá-te por contente, que a derrapagem desse orçamento tenha sido para baixo!
Ainda há gente honesta neste país!!

Pedro Almeida disse...

Hummm....tanto desconto só por 2 dedos de conversa....?
;-)

Anónimo disse...

Eu faço o mesmo mas ao contrário. Quando me pedem assistencia tecnica, que não serviço técnico, meu caro pedro almeida,:)) láq atiro um numero impossível! Sabem que mais, há sempre uns gansos que pagam sem bufar! outros negoceiam e a gente mais por dó do que por piedade lá vai tirando uns testões. eles ficam agradecidos e nós no fim ainda ganhamos o nosso porque o preço inicial estava inflacionado. É caso para dizer. Viva o Capitalismo!!!
Desculpem... mas hoje acordei para o meu lado cinico! ;)

Mazinha disse...

Olhem meninos, eu, pelo sim pelo não, já derramei simpatia pró gajo q tem uma loja de informática ao lado da minha. Eu sei montar os meus 2 pc, pistola de leitura, 3 impressoras, visor do cliente e multibanco. Mas n se pode facilitar, que a vida está cara e n sei se n será preciso uma opinião profissonal.
E n digam que me estou a aproveitar de um pobre engenheiro informático. Os gajos é que se põem a jeito, é genético.

H2SO4_ disse...

Pois, pois ...deste cabo da voltagem ao gajo e agora vens práki com tretas de orçamento!