quinta-feira, março 29, 2007

Das mudanças II

Tenho andado sem tempo para nada, que isto de mudar de loja não é coisa fácil.

O Salazar ganhou eleições, o Algarve agora escreve-se com 2 "eles" e tantas outras coisas que merecem o estatuto de coisas chatas passaram ao lado. Até o brilhante texto do Pedro Arroja ficou fora das minhas prioridades.

Agora... o que me chateou, mas chateou mesmo é que a Super Bock criou uma cerveja com sabor a pêssego. Pêssego, santo deus!!!!

Isto sim, deveria ser matéria pra reflexão profunda acerca da humanidade, de onde viemos e para onde vamos.

Um mundo em que a cerveja sabe a pêssego nunca poderá ser um mundo por aí além.

7 comentários:

Pedro Almeida disse...

Só podia ser ideia da cervejeira do Norte ;-)

Anónimo disse...

nao conhecia o blasfémias... hilariante :))))

Mazinha disse...

anónimo: então aquela parte em que diz que uma mulher só ganha autoridade na vida após a maternidade???? linda :)

Pedro: não pá, é isso que me preocupa. Aposto que os novos directores daquilo são mouros infiltrados. Só pode, carago!

cucasss disse...

mninos!!! a cerveja a sabor a pessego nao e de agora!!!
Alemanha, terra da cerveja, ja tem de sabor a pessego, a cereja, a outra coisa qq e mais alguma, ha muito... muito... muito... tres longtemps!!! Ha anos!!!
So agora e que uma cervejeira do Norte (e ainda bem! e ViVa o NoRtE!!!) que se lembrou de trazer para ca uma coisa deliciosa!
ja provaram? Bem, delicioso!
como no anuncio: peeerrrffeiittoo!
hhuummm... por falar em cerveja... logo "boto" uma abaixo :)
Alguem quer acompanhar, com uns "tramoçinhos"?
:P

Mouro da Lapa disse...

E desde quando a Alemanha é exemplo para alguém? Cito António Lobo Antunes, numa entrevista há uns anos: "Eu seria incapaz de viver numa terra onde comem salsichas grandes em pães pequenos."

twistedbitch disse...

Estamos a dois passos do icetea de cevada...! E do Sumol Encostas do Dão!!!

moura min disse...

com tanta modernice, ainda vamos ver as gajas a fumar, aposto...