quinta-feira, julho 12, 2007

Livros escolares - um perigo

Lá porque não tenho filhos em idade escolar, não quer dizer que não me preocupe com os conteúdos didácticos dos manuais escolares.
E pelos vistos não sou a única, já um grupo de pais (preocupados com as delicadas mentes das criancinhas...) se decidiu a investigar livro a livro, em busca de material passível de transformar as ditas criancinhas em abortistas,gays, transformistas, defensores da eutanásia e até do planeamento familiar e, quem sabe até onde isto pode chegar, activistas do Greenpeace, que isto do lobby gay também controla o degelo dos glaciares, já se sabe.

Mas nem o sexo "normal" - um conceito e pêras - escapa, já que se tenta impedir os rapazinhos do 7º e 8º ano de verem fotos de mamas nos livros. Têm até uma tabela de gravidade, ora vejam:



For each type checked above also indicate level of vividness/graphicness using the following as a general guide:

Basic (B): large breasts

Graphic (G): large, voluptuous bouncing breasts

Very graphic (VG): large, voluptuous bouncing breasts with hard nipples

Extremely graphic (EG): large, voluptuous bouncing breasts with hard nipples covered with glistening sweat and bite marks


É nestas coisas que uma pessoa percebe que está irremediavelmente velha, já que não me lembro de ver imagens de mamas "grandes, voluptuosas com mamilos rígidos e cobertas de suor", entre outras coisas, nos livros de biologia que se usavam lá no meu liceu.

Já agora: que espécie de adulto desata a espiolhar livros escolares e juvenis em busca de mamas cobertas de suor????

1 comentário:

no baile da d. ester disse...

Também nunca vi livros escolares com violências deste tipo:

Extremely graphic (EG): cut off his head, blood gushed onto floor, splattered on wall and head bounced on the floor and his brains slowly oozed out onto the carpet in a purple gray mass.

A não ser que o Freddy Krueger se tenha tornado professor de liceu, já que lhe cortaram as vazas e não o deixam entrar mais nos sonhos dos outros.