sexta-feira, abril 04, 2008

Não sei eu outra coisa...

O autocarro das nove costuma ser sossegado, meia dúzia de clientes habituais que se cumprimentam discretamente. Mas volta e meia, aparece alguém que “gosta de conviver”. Que é como quem diz, dissertar acerca do mundo, do país, do Pinto da Costa... Hoje calhou um furioso com o preço da gasolina. Pior que isso: escolheu-me para interlocutor forçado, pouco ralado pelo facto de eu não lhe responder.

“Mas você sabe a quanto está a gasolina? Como anda de autocarro, aposto que não tem sequer ideia!”

Saltou-me a tampa: “Sei, sei! É por estar tão cara que eu tenho de andar de autocarro a aturar chatos como você”.



Calou-se o resto da viagem.

2 comentários:

Pedro Almeida disse...

Fizeste jus ao nick :-)

cucasss disse...

boa!